Legislação e a tecnologia na saúde: de mãos dadas com o paciente

2019-07-11T10:01:38-03:00 11/07/2019|

A área da saúde é uma das mais importantes para a sociedade. O cidadão, enquanto paciente, deve ser o foco dela e da equipe que atua no setor — e, para isso, todos os processos e ferramentas precisam assegurar o bom funcionamento da prestação de atendimento médico a cada indivíduo.

Nesse sentido, a legislação foi criada não só para estabelecer normas às instituições da área, como para fornecer ao usuário do serviço uma garantia de amparo em seu momento de maior fragilidade.

De alguns anos para cá, siglas hoje tão conhecidas como ANS, DATASUS, TISS, RDC (entre outras) passaram a ser sinônimo de uma série de normas que regem o setor. As regras são pensadas e revistas com certa frequência e as instituições de saúde precisam estar atentas para atendê-las. Nessa empreitada, é decisivo contar com um sistema de gestão hospitalar que esteja preparado para submeter as mudanças dos órgãos regulatórios de maneira ágil e prática.

O olhar atento da equipe da Wareline é um grande diferencial e permite que seus clientes evitem multas ou perdas por conta do não acompanhamento das regras. Listamos abaixo as principais leis que estão em vigência no mercado hoje. Seu sistema já atende todas? Confira!

 

EFD-Reinf

 

A Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, a EFD-Reinf, é um módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) usado junto ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). Abrange as retenções da empresa que não têm a ver com seu ofício, substituindo declarações já existentes e com foco na receita bruta para fins de comparação e apuração das contribuições previdenciárias.

Na área da saúde, gestão de notas fiscais e integração dos setores da instituição contribui positivamente para o fornecimento dos dados que atenda à exigência feita pela lei. Pensando nisso, a Wareline adapta seu sistema, permitindo esse controle de notas fiscais e forma um elo entre os departamentos do hospital para que a rotina administrativa seja facilitada.

 

TISS

 

A TISS, Troca de Informações na Saúde Suplementar, foi estabelecida como um padrão obrigatório para as trocas de mensagens eletrônicas na área da saúde suplementar. Ela permite a comunicação entre profissionais que atuam no setor, promovendo a integração das informações e a melhora do atendimento do paciente. Assim, todas as informações sobre o estado clínico da pessoa atendida é transmitido de forma padronizada e completa entre os profissionais da saúde que irão participar desse tratamento.

A Wareline acompanha todas as atualizações e, por isso, seu sistema de gestão hospitalar atende a norma, disponibilizando aos seus clientes uma solução em concordância com todas as exigências da ANS.

 

RDC

 

Desde 2011, a RDC (Resolução da Diretoria Colegiada) 63, gerenciada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), padroniza as práticas do serviço da saúde em todos os âmbitos, sejam eles privados ou públicos. A agência, por sua vez, fiscaliza as instituições de saúde para verificar o cumprimento das normas estabelecidas e, em caso de descumprimento, penaliza-as.

A resolução tem como prioridades:

  • Gerenciamento da qualidade dos serviços prestados
  • Segurança do paciente
  • Condições organizacionais
  • Prontuário do paciente
  • Gestão de pessoal

De acordo com a resolução, os sistemas de gestão hospitalar, sobretudo os prontuários eletrônicos do paciente (PEP), são recomendados por armazenar as informações com mais praticidade e segurança do que no formato em papel, além de reduzirem as chances de erros por preenchimento incorreto. Soma-se a isso a assinatura digital, que garante a integridade das informações prestadas no PEP. Também estamos em conformidade com essas exigências.

 

CMD

 

O Conjunto Mínimo de Dados (CMD) reúne dados clínicos de pacientes que estão presentes em nove sistemas de gestão utilizados no Sistema Único de Saúde. Isso promove garantia de informações, agilidade e consciência de gestão de recursos. Em forma de documento único, o CMD oferece tudo o que se precisa saber do usuário.

A importância de um software que integre e envie conteúdo para CMD é indiscutível quando se fala no bom funcionamento da gestão hospitalar. Esse envio é garantia do sistema de gestão da Wareline. A solução do software permite que o CMD seja abastecido com as informações necessárias e no período correto para seu uso.

 

DATASUS

 

O DATASUS é o responsável pelas normas estabelecidas às instituições de saúde que prestam qualquer serviço à saúde pública. Com essas regras, pretende-se garantir o resultado positivo do Faturamento SUS e realizar uma boa gestão dos recursos públicos. A tecnologia contribui favoravelmente para o controle do material administrativo e financeiro dessas unidades, promovendo o envio e abastecimento desses dados e, consequentemente, do cumprimento das práticas exigidas pelo DATASUS. Com o sistema de gestão da Wareline, informações administrativas ficam sob domínio, sendo transferidas com sucesso e assegurando que a regra seja cumprida.

 

Ficou perceptível como um sistema de gestão hospitalar contribui para o cumprimento de uma série de exigências do setor da saúde, certo? A Wareline possui solução para todos esses casos! Entre em contato conosco e garanta a tranquilidade e a satisfação para sua empresa.