Módulo PEP auxilia na gestão das contas médicas

2020-01-14T15:34:55-03:00 30/01/2020|

O sistema de gestão hospitalar trouxe benefícios ao corpo clínico, demais profissionais do hospital e pacientes ao garantir mais assertividade e otimizar o diagnóstico médico. Mas, os benefícios vão além do campo da assistência. O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) ajuda também no fechamento das contas médicas e pode ser grande aliado da administração hospitalar.

 

A informatização dos prontuários foi um avanço de suma importância. Afinal, ele centraliza as informações dos pacientes, garante mais segurança de dados, economiza armazenamento físico, evita falhas em relação à prescrição e administração de medicamentos, agiliza o atendimento e facilita o diagnóstico.

 

Por ser um processo bastante complexo, o sucesso do faturamento hospitalar depende de inúmeros departamentos e impacta em toda a estrutura hospitalar. Portanto, a implementação do PEP no fechamento das contas médicas pode trazer inúmeros resultados, sendo que os principais são:

 

Agilidade do ciclo financeiro

A prescrição eletrônica registrará todas as rotinas médicas de um determinado atendimento – como honorários, medicamentos, exames e demais procedimentos.

 

Com base nesses dados, o sistema de gestão hospitalar automaticamente solicita à farmácia os materiais e medicamentos necessários, avalia a cobertura dos itens pelo convênio médico e se há necessidade de autorização do plano de saúde.

 

Dessa forma, a auditoria das contas se torna mais ágil e o ciclo financeiro de uma conta, que costuma ser de 83 dias — conforme dados da Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp) —, é reduzido substancialmente. Além de ganhar em eficiência, o hospital ainda amplia a transparência na relação com as operadoras de saúde.

 

Redução de glosas

Como os itens cobertos pelo convênio é automatizado e feito em tempo real, há maior transparência das contas médicas e segurança para os convênios médicos realizarem o pagamento. Dessa forma, há uma enorme redução de glosas.

 

Além disso, ao utilizar assinatura eletrônica no prontuário eletrônico, o grau de validade jurídica aumenta substancialmente. O risco de fraudes é mitigado e a probabilidade do médico auditor contestar o ato diminui, evitando ainda a judicialização.

 

Fim da perda de prontuários

Perder um prontuário médico, além de causar danos irreparáveis relacionados à segurança do;paciente, ainda incidia em problemas no faturamento das contas médicas. Afinal, com um prontuário perdido, como a instituição poderia efetuar a cobrança correta dos procedimentos executados durante o atendimento?

 

Munição de documentos

Contar com um sistema de gestão que organiza em uma mesma plataforma informações como;tabelas de procedimentos, diagnósticos e contratos dos beneficiários facilita toda a pesquisa necessária para análise das contas médicas. Como o sistema ainda indica possíveis inconsistências, os gestores têm maior poder na tomada de decisões.

 

Segurança para os gestores

O acesso às informações do sistema de saúde somente é possível mediante autenticação dos usuários. A mesma coisa acontece com o PEP, que requer usuário e senha;ou o certificado digital do médico, enfermeiros e equipe multidisciplinar. A medida garante a proteção dos dados e o faturamento das contas médicas ganha em segurança.

 

PEP da Wareline

Atenta à importância do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) para a assistência médica e gestão financeira hospitalar e com a expertise em atender a todas as necessidades do hospital e órgãos fiscalizadores, a Wareline reúne em um mesmo módulo informações sobre a movimentação dos pacientes pelos setores de saúde.

 

No PEP está todo o histórico do paciente, quantidade de exames agendados e realizados – bem como seus;resultados –, medicamentos prescritos e cirurgias.

 

A solução ainda possibilita que as operadoras de convênios sejam cadastradas de acordo com suas regras comerciais. Os procedimentos que possuem autorização prévia vão diretamente para a conta e a;burocracia também diminui para os que dependem de validação de cobertura, que é feita de maneira automática.

 

Como o fechamento das contas médicas fazem parte da rotina das instituições de saúde, sendo muitas vezes um dos enormes desafios para uma gestão eficiente, soluções como o módulo PEP da Wareline contribuem para evitar glosas, garantir a saúde financeira da instituição e a qualidade da assistência. Já entrou em contato com a gente para saber mais?