Dia do Profissional de TI: papel estratégico para a saúde hospitalar

2020-10-22T10:14:22-03:00 22/10/2020|

O Dia do Profissional de Tecnologia de Informação (TI) é uma data bastante importante e que nos leva à reflexão de todo o caminho percorrido nesses mais de 30 anos de Wareline. Evoluímos sempre com foco no desenvolvimento de um sistema de gestão hospitalar que realmente fosse aderente às diferentes necessidades das instituições de saúde. E isso só foi possível porque contamos com um time de profissionais muito diferenciados, que trabalham constantemente — e incansavelmente — para fazer com que a saúde seja cada vez melhor em nosso País. Eles dão ferramental para os hospitais trabalharem melhor e poderem oferecer atendimento humanizado aos pacientes. Mas não estamos sozinhos nessa jornada.

 

Os nossos profissionais precisam de pessoas estratégicas inseridas no próprio hospital para que as tecnologias sejam otimizadas e as ferramentas tenham todas as suas funcionalidades aproveitadas. São os profissionais de TI, que atuam dentro das instituições de saúde e que dão um suporte fundamental para que nosso sistema funcione.

 

Eduardo Vieira, do Atendimento ao Cliente da Wareline, que acompanha de perto todo esse trabalho do TI no hospital, aproveita de sua expertise junto dos hospitais e relata sua percepção sobre como é sua rotina e por que este profissional é tão estratégico.

 

 

O dia a dia de um profissional de TI no hospital

 

Responsabilidade é a palavra para definir a rotina de um profissional de TI, independentemente da área em que ele atua. E quando desempenha sua função dentro de um ambiente da saúde, isso fica ainda mais latente, já que profissionais de hospitais de todo o país trabalham duro para salvar vidas, permitir que o paciente melhore de determinada condição ou promover a cura.

 

Também cabe a TI ser protagonista em busca desses objetivos. Tanto quem desenvolve sistemas quanto quem está alocado fisicamente nas instituições deve atuar com foco em proporcionar um ambiente propício para atendimento de qualidade, com facilidade de acesso à informação, dados integrados, processos otimizados e mais segurança do paciente.

 

Mas nem sempre isso é fácil. O profissional de TI que atua dentro das instituições de saúde lida com grandes desafios diariamente:

 

  • alta conectividade (pode nos ajudar a entender melhor como descrever isso, porque é um desafio);
  • novas tecnologias surgindo a todo momento, exigindo que ele acompanhe os avanços e adapte às necessidades do hospital;
  • questões de armazenamento (aqui a dificuldade é a instituição ter condições de armazenamento da informação? necessidade de aprimorar para salvar na nuvem?);
  • acesso dos demais profissionais ao sistema (aqui seria a questão de integração de informações entre diferentes setores? ou dificuldades que os profissionais tenham de usar o sistema? ou apenas disponibilizar o acesso? pode detalhar?).

 

Além disso, faz parte das responsabilidades do TI ser o ponto de contato entre os diferentes departamentos. “No caso de nossos clientes, a conexão entre os setores acontece via Conecte/w, nosso sistema de gestão hospitalar. O tempo todo chegam demandas no departamento de TI sobre o entendimento do sistema e de suas funcionalidades”, reforça Eduardo. Entre as principais solicitações que eles recebem no seu dia a dia estão aquelas relacionadas à estrutura física e à solicitação de suporte no uso do software – desde software de gestão hospitalar até pacote Office.

 

 

TI hospitalar estratégica

 

A TI pode ser vista hoje como uma ferramenta altamente poderosa e capaz de fazer com que as instituições se tornem mais eficientes, produtivas, competitivas e lucrativas. O departamento também melhora o fluxo de comunicação, agilizando processos e tomadas de decisões. E ainda está alinhado à segurança do paciente.

 

“O profissional de TI é o “guardião” do sistema de gestão dentro de um hospital. Assim, ele controla de perto as informações assistenciais e clínicas, determinantes para manter a segurança do paciente. A identificação correta do paciente, segurança na prescrição e fluxo de comunicação efetivo são alguns dos pontos principais desse trabalho estratégico que o TI passa a exercer”, diz Eduardo.

 

 

Como um sistema de gestão facilita o trabalho do TI

 

A Wareline sabe que, para a instituição de saúde, o profissional de TI permite entregar melhor desempenho, otimizar processos e ganhar em produtividade. Para corpo clínico e pacientes, contribui com diagnósticos mais eficientes, melhores opções de tratamento e maiores chances de salvar vidas.

 

Por isso, estamos sempre lado a lado desses profissionais que trabalham internamente — tanto no suporte quanto no desenvolvimento de soluções que vêm para facilitar o seu dia a dia. Eduardo destaca que o Conecte/w contribui para que o profissional de TI possa otimizar sua rotina. “Ao interligar todos os dados da instituição em um único sistema, facilitamos o controle e o acesso à informação em tempo real e com mais segurança”, diz Eduardo.

 

Dentre os módulos da Wareline que mais contribuem para que a rotina dos TIs sejam facilitada está o Módulo de Auditoria, no qual é possível rastrear qualquer inserção, alteração ou exclusão de informações, seja via sistema ou banco de dados. Sem contar os relatórios gerenciais que são ricos de informações e permitem decisões mais assertivas e pautadas em dados reais. “Estas são algumas das diversas funcionalidades que oferecemos para facilitar a rotina do TI”, conta.

 

E o que esses profissionais que trabalham com afinco nos hospitais mais demandam das empresas de tecnologia em saúde é qualidade, agilidade, proximidade e estabilidade. Tudo o que pode ser encontrado aqui na Wareline! De TI para TI: vamos fazer uma parceria com compromisso de melhorar a saúde do nosso País?