No Dia do Médico, nosso compromisso é sempre mais!

2019-10-16T14:40:02-03:00 18/10/2019|

Responsáveis por manter e restaurar a saúde das pessoas com base na prevenção e cura das doenças, os médicos foram homenageados com uma data: 18 de outubro. O dia faz referência a São Lucas, santo padroeiro da medicina.

Com visão democrática, que busca auxiliar na segurança da vida dos pacientes, os médicos cumprem;com sua função social quando prestam atendimento humano e eficaz, focando no diagnóstico precoce. Para o gerente médico do Ambulatório Médico de Especialidade (AME) de Assis, Dr. Marcos Lemos de Medeiros, o papel social do médico é cumprir com suas funções de forma ética, preocupando-se com a pessoa e levando em consideração o sistema ao qual ela está inserida, evitando ações de impacto momentâneo, apenas.

“Ele deve entender que é um componente de um todo, faz parte do organismo social e na medida do possível deve acompanhar, participar e influenciar nos rumos dos grandes problemas da população”, diz Dr. Marcos, que também é cirurgião do aparelho digestivo.

Já para o Dr. Emanuel César Ribeiro Guedes, sócio e coordenador do serviço de anestesiologia do Hospital e Maternidade Galileo, de Valinhos, por atuar;diretamente com cirurgias ele acredita ainda que o papel do médico é de extrema importância para a sobrevida do paciente, desenvolvendo a cura das doenças por meio dos procedimentos cirúrgicos.

Profissionais de sucesso e gestores de instituições de saúde, ambos são categóricos em afirmar que esperam grandes inovações;tecnológicas para o futuro da profissão médica. E mais: esperam que esses avanços na tecnologia sejam acompanhados pelo aprimoramento humano em todos os aspectos.

 

Inovação tecnológica à porta

A implementação de inovações tecnológicas na área da saúde não é de hoje, mas cada vez mais gestores se veem diante da necessidade de aplicar a tecnologia em seu dia a dia, melhorando a qualidade e o cuidado aos pacientes e facilitando a rotina do corpo clínico.

Como hospitais e demais instituições da saúde têm de estar atentos às tendências, gestores como o Dr. Emanuel e o Dr. Marcos;sabem que, ao apostar em;inovação na saúde, sairão em vantagem em um mercado cada vez mais competitivo. Mas, para isso, é preciso capacitação.

“Um dos maiores desafios do médico gestor é conseguir executar suas diferentes funções, ter um perfil multitarefa. Realizar ao mesmo tempo a gestão de pessoas e processos de trabalho, manter-se atualizado;e atender de forma eficiente as necessidades dos pacientes. A melhor maneira para atingir a excelência é a capacitação contínua em cursos e programas de desenvolvimento, pois a gestão;é um processo dinâmico e de desafios diários”, diz Dr. Marcos. Ele também acredita que o uso da tecnologia auxilia na otimização dos processos assistenciais;e administrativos, trazendo objetividade, eficiência e padronização — além de melhorar o desempenho da equipe e sua comunicação com o paciente, tornando os dados armazenados digitalmente acessíveis em qualquer hora e lugar.

Com essa nova perspectiva à atuação como médico, os gestores têm de fazer essa leitura de mercado e necessidade;do investimento em tecnologia a favor da medicina, para que amplie o cuidado com integração de informações entre todos os setores do hospital e realmente haja benefícios e diferenciais para a assistência médica.

 

IoT e IA

Os gestores avaliam que soluções em IoT (Internet das Coisas) e IA (Inteligência Artificial), como;as desenvolvidas pela Wareline com o Conecte/W, tendem a ser cada vez mais usuais no ambiente médico e hospitalar com o objetivo de aprimorar técnicas, agilizar a rotina e promover a economia de recursos com otimização do tempo.

“Para nós, como corpo clínico, os instrumentos disponíveis, uma vez bem parametrizados, nos trazem;segurança jurídica e agilidade no atendimento”, afirma Dr. Emanuel.

Inovações tecnológicas vêm para propiciar o compartilhamento de dados e diagnósticos entre;profissionais e especialistas, mas também criam;condições de ajudar no controle de toda a instituição de saúde, proporcionando mais segurança aos pacientes e facilitando a vida daqueles que atuam no hospital.

Um dos exemplos é o app de enfermagem desenvolvido pela Wareline, que permite a checagem de validade dos medicamentos, registra a rotina;de transferência de leitos dos pacientes em tempo real, evita a saída de medicamentos;indevidas, reduz a necessidade de digitações e checa dados dos pacientes à beira-leito – por meio da leitura de código de barras na pulseira do paciente.

Referência em tecnologia em saúde, a empresa busca – de maneira incessante – soluções que;promovam a integração entre equipe assistencial e gestão hospitalar. Dessa forma, médicos continuam com sua importante função;social que vai além de curar, mas humanizar os tratamentos e dialogar com os pacientes.