Como a gestão hospitalar integrada agiliza a tomada de decisões e otimiza resultados

2019-03-22T15:24:48-03:00 21/03/2019|

Um dos principais desafios enfrentados hoje por instituições de saúde é diminuir “distâncias” entre seus setores. Luciana Ribeiro de Castro, Encarregada de Tesouraria da Associação Beneficente de Apiaí (ABA), que faz a gestão do Hospital “Dr Adhemar de Barros”, conta que vivia na pele esta dificuldade. Até algum tempo atrás, um dos principais problemas que a instituição enfrentava estava relacionado à integração entre seus departamentos. “Quando isso não funciona, muita coisa pode ocorrer, desde dados inconsistentes, falhas de comunicação, problemas de estoque, contas não faturadas. E o financeiro é justamente um dos setores que podem ser mais impactados. Se você não tem processo e não fatura tudo, perde dinheiro”, ressalta Luciana.

Setor Financeiro

Como representante do setor financeiro, ela destaca que este era o cenário da instituição que representa. A profissional conta que, antes da Wareline, a gestão era feita por planilhas não integradas, sem um sistema de abrangência geral. Com isso, perdia-se muito tempo e não se conseguia relatórios contundentes.

 

 

Tão importante quanto a área assistencial, o setor financeiro deve estar em sintonia com tudo o que acontece. Desse jeito, é possível planejar o desenvolvimento das ações e mitigar os problemas que ocasionalmente surgem. Luciana de Castro

Com o uso do Conecte/w, Luciana de Castro destaca que a realidade agora é outra. E destaca pelo menos três módulos do sistema que mais colaboram para a gestão financeira da instituição: Estoque, Faturamento e Financeiro. É a sinergia entre eles que evita desperdício, proporciona racionalização de gastos e gera melhores resultados. “Muitos não dão a devida importância para a gestão de estoque e um controle ineficiente pode causar desvios e fraudes por parte de colaboradores, perda de produtos, etc. Um controle de estoque eficiente minimiza todas essas problemáticas e auxilia os gestores no planejamento estratégico de estocagem, com isso conseguimos reduzir custos e prejuízos.”

 

A profissional diz mais sobre como os módulos do sistema Wareline colaboram para o fluxo financeiro da instituição. “O módulo Convênios e Particulares, em especial, contribui muito para a conciliação e visão entre o recebido, glosas, descontos e acréscimos dos planos de saúde”, complementa Luciana de Castro. Dessa forma, há uma substancial diminuição de erros nas informações, nas prestações de contas e, consequentemente, nas glosas, agilizando e otimizando pagamentos e recebimentos.

 

O Módulo Convênios e Particulares torna o trabalho do setor de faturamento voltado à auditoria das contas hospitalares mais fácil. O resultado é obtido pela integração com outros módulos do sistema, em que os dados digitados são lançados automaticamente na conta do paciente, permitindo ao gestor saber a qualquer momento a posição do faturamento do hospital.

Profissionais e Integração

Além da ausência de um sistema de gestão hospitalar que permitisse a conexão e acompanhamento de todo o workflow hospitalar, outra questão impedia que a integração entre departamentos fluísse da maneira correta. “Nem todos os profissionais tinham a consciência de que a integração é imprescindível. Mas trabalhamos para provar que se ela não acontece, todos perderiam”. Ela nos conta como a utilização do Conecte/w, sistema de gestão hospitalar da Wareline, vem melhorando não só a integração dos diversos setores, bem como aumentando a eficiência na disponibilização dos recursos e agilizando processos.

 

A Encarregada de Tesouraria da ABA esclarece que os colaboradores já apontam melhoras em relação a isso. “Ficou mais evidente essa dependência do setor financeiro com determinados setores. Isso ajudou a melhorar a compreensão do processo organizacional e das dificuldades postas pelos setores”.

Uma visão unificada de gestão facilitando as tomadas de decisão. Assim a encarregada de tesouraria da ABA resume a importância da utilização do software de gestão hospitalar da Wareline. A partir dos módulos específicos e a integração de informações, houve uma melhoria na relação entre os colaboradores e para a instituição como um todo.

Por que a Wareline

Luciana de Castro ressalta que a escolha pela parceria com a Wareline foi devido aos módulos atenderem muitos dos aspectos às necessidades de melhoria na gestão hospitalar e o custo estar dento do orçamento da instituição.

 

“A Wareline é hoje uma parceira estratégica, pois trabalha de acordo com a necessidade e demanda especifica de cada cliente, desenvolvendo em cima dessa necessidade algo que todos possam se beneficiar”, conclui a Encarregada de Tesouraria da Associação Beneficente de Apiaí.