BI na saúde: a tecnologia que traz mais conhecimento e estratégia para hospitais

Business Inteligence

O momento atual é de grandes transformações. A internet mudou radicalmente a vida das pessoas e das corporações. Todos, sem exceção, foram impactados pelos avanços da tecnologia. Na área da saúde não é diferente. É cada vez maior a quantidade e a complexidade dos dados gerados nos hospitais. Consequentemente, é crescente a necessidade de análises avançadas para dar suporte às tomadas de decisão.

 

Aqui, o Business Intelligence (BI), ou inteligência de negócio, ganha destaque. É a tecnologia capaz de fornecer respostas mais assertivas aos gestores, criando valor e otimizando a gestão. Tanto que o mercado de coleta e análise de dados movimentou mais de R$ 10 bilhões na América Latina em 2016 e estima-se que essa cifra triplique até 2022, segundo estudo da consultoria Frost & Sullivan divulgado em abril deste ano.

 

BI na Saúde

Quando uma instituição adota um software de gestão hospitalar que possui o módulo de BI integrado, ela passa a contar com uma tecnologia que não apenas armazena dados das diferentes áreas. Ela entrega conhecimento qualificado. O BI na saúde faz toda a diferença nas tomadas de decisão táticas e estratégicas, que são determinantes para a administração hospitalar.

 

O sistema de gestão da Wareline conta com a solução Conecte/w Indicadores, que consolida, organiza e disponibiliza, em tempo real e remotamente, indicadores gerenciais estratégicos da instituição. As informações aparecem em painéis, gráficos e dashboards dinâmicos e intuitivos, que possibilitam análises mais minuciosas e decisões mais assertivas.

 

Essa solução nativa de BI na saúde e análise de dados foi lançada em 2015. Ela está totalmente integrada ao sistema de gestão hospitalar. Willian Aparecido Batista, membro da equipe de Desenvolvimento da Wareline, explica que entre as diversas ferramentas utilizadas em BI atualmente, a empresa optou pelo Pentaho: uma ferramenta open source, com arquitetura poderosa, de gerenciamento e manipulação de dados. Ela também atende às necessidades de geração de indicadores, relatórios e análises.

 

O Pentaho oferece a vantagem de ser uma arquitetura desenvolvida do zero. Ela é facilmente integrável com qualquer processo de negócio, pois utiliza padrões populares como o BPEL. Ainda, graças à tecnologia em que foi desenvolvido, direciona os esforços de desenvolvimento à melhoria de funcionalidades, e não à migração de softwares legado, que mudam de versão em versão.

 

Na prática, a Conecte/w Indicadores otimiza as análises tanto da área administrativa-financeira, quanto da área clínica, e serve como um guia para as decisões do administrador hospitalar. Ao explorar, analisar, cruzar e visualizar dados com agilidade, permite definir as ações a serem tomadas. Ou até mesmo a identificar os riscos que podem atrapalhar a gestão e criar soluções para corrigi-los rapidamente.

 

O profissional de BI na Saúde

A inteligência de negócios é um segmento em ascensão no Brasil e no mundo. E isso abre inúmeras portas e oportunidades para profissionais de tecnologia. O perfil do profissional deste setor reúne algumas características comuns, conforme lista abaixo:

 

  • Possui bons conhecimentos práticos ou relacionais de consulta a banco de dados e linguagem SQL;
  • Tem expertise para criar a estrutura de banco e o conteúdo das fontes de dados analíticos para o Data Warehouse;
  • Reconhece as complexidades inerentes às diferentes áreas que geram dados analíticos e busca se aprofundar em relação às particularidades do setor em que atua;
  • Eventualmente, conta com outras habilidades típicas de desenvolvimento de aplicativos, como métodos Waterfall e Agile, além de tempo, escopo, recursos, prioridade e gerenciamento de riscos do projeto.

 

Se você tem habilidades com banco de dados, experiência em BI e conhecimento ou vontade de aprender mais sobre o setor de saúde, venha fazer parte do nosso time!