3 integrações fundamentais para otimizar a performance da sua equipe hospitalar

2021-07-22T14:14:45-03:00 22/07/2021|

Se você já teve a sensação de que a distribuição de membros de cada setor do seu hospital parece equivocada, que algumas rotinas de seus colaboradores são repetitivas e o quadro funcional precisa ser mais estratégico, está na hora de entender que o uso de um sistema de gestão hospitalar pode ajudar a resolver todas essas dores do dia a dia. Isso porque, entre os benefícios variados que a tecnologia traz para a saúde, está a otimização do trabalho das equipes hospitalares.

 

Se você está pensando que estamos falando em enxugar o time, precisa ficar ciente que a ideia não é essa. É claro que essa pode ser uma das suas estratégias, se julgar que é a mais adequada. Mas, o ponto aqui é entender que o uso de um software permite uma operação mais sistemática e uma gestão de informações mais eficaz. Como ele faz isso? Um dos meios mais eficientes é a integração. Ao integrar todas as informações e dados relacionados a médicos, pacientes e departamentos, ele contribui — e muito — para agilizar processos e cuidados de forma segura e contínua.

 

Benefícios da integração:

  • Minimiza ineficiências
  • Diminui o retrabalho
  • Reduz informações desencontradas
  • Gera economia de tempo com processos automatizados
  • Diminui tarefas repetitivas
  • Padroniza serviços
  • Reduz custos
  • Aumenta o ganho de produtividade

 

Deu para perceber como a integração reflete diretamente nas atividades que são desempenhadas pelo time. Sem necessidade de retrabalhos ou double check, os profissionais dedicam seu tempo para atividades mais estratégicas da instituição. É por isso que a integração é tão necessária.

 

Integrações para performance da equipe hospitalar

Na prática: os diferenciais

Não é raro encontrar instituições de saúde que ainda usam sistemas diferentes em seus setores – e não interligados entre si -, como, por exemplo, um para agendamento de consultas e outro para contabilidade. Há ainda aquelas que utilizam o Prontuário do Paciente na sua versão impressa. Isso é reflexo de uma maturidade tecnológica ainda incipiente. E, ter uma rotina de trabalho mais ágil e com melhor performance, demanda um novo olhar e uma mudança em prol de uma cultura digital. Por quê? Ter todos os departamentos integrados em um mesmo sistema de gestão permite mais agilidade e controle nos processos, confiabilidade e segurança dos dados, melhor compartilhamento de informações e economia para o hospital.

 

Um software hospitalar integrado tem potencial para reduzir os custos da organização em razão de uma gestão mais organizada e com base em informações confiáveis. E isso tudo com facilidade de uso, porque os sistemas são desenhados com interface amigável, e em ferramentas parametrizadas.

 

Mas, não é apenas esse tipo de integração que traz benefícios para as instituições de saúde. Para funcionar bem, ela precisa estar conectada de diversas formas: entre diferentes setores do hospital, módulos de um sistema, aplicativos e todas as tecnologias que permeiam o atendimento hospitalar. Vamos explicar melhor a seguir.

 

Tipos de Integração

 

Para que você conheça na prática como essas integrações podem trazer benefícios, listamos 3 fundamentais para otimizar a performance da sua equipe hospitalar:

 

1) Integração entre Módulos do Sistema

O Conecte/W, sistema de gestão hospitalar da Wareline, abrange todos os processos em um único núcleo de informações gerenciais. São mais de 50 módulos integrados, desenvolvidos de forma colaborativa com o cliente e que atendem diferentes necessidades de profissionais da saúde.

 

O sistema da Wareline é completo e parametrizável para diferentes realidades de instituições.  A integração dos módulos vem para otimizar as equipes, aumentar a produtividade, reduzir custos e manter um fluxo de trabalho mais simples e organizado.

 

O grande benefício da integração entre módulos é a consequente integração entre setores. A instituição passa a ter mais mobilidade em diversas operações e é capaz de integrar diferentes unidades de negócio em um único banco de dados.

 

Um exemplo prático desta integração acontece entre os módulos financeiro, estoque (contas a pagar) e faturamento (contas a receber). Assim, tudo o que é utilizado pelos profissionais durante o serviço assistencial é sinalizado para ser recebido no faturamento. A instituição ganha em maior controle. Isso considerando todas as contas a pagar e receber por fornecedor, período e grupo financeiro, das aplicações financeiras e seus resgates, no orçamento por centro de custo e tipos de despesas e no controle financeiro por filiais (em caso de instituições com mais de uma unidade). A possibilidade de evitar glosas médicas também está entre as principais vantagens da integração entre financeiro com o faturamento.

 

Outro exemplo que merece destaque dentro do sistema de gestão hospitalar está nos módulos de Compras e Estoque WEB. Sabendo de forma automática que determinado medicamento ou material está com baixo estoque, o time de compras consegue se antecipar para a aquisição. Também é possível fazer melhores escolhas de fornecedores e ter tempo para focar em ações menos operacionais e mais analíticas. Entre os indicadores disponíveis, é possível ter acessos ao consumo por centros de custos e por tipos de produtos, curvas de consumo, balancetes de estoques, sugestões de compras, volumes de compras por fornecedor ou por produto.

 

Também há a integração entre o módulo Convênios e Particulares, que realiza o faturamento das contas a partir da integração a outros módulos do sistema, em que os dados digitados são lançados automaticamente na conta do paciente, permitindo ao gestor saber a qualquer momento a posição do faturamento do hospital. O colaborador que atua na área tem mais controle do que foi executado, do que foi faturado e do que foi glosado ou está pago. Mais uma vez, ganha tempo, otimiza seu processo de trabalho e consegue se antecipar para agir quando necessário.

 

 

2) Integrações Externas (API’s de Conexão com Plataformas)

A integração com os sistemas externos é mais um facilitador para o trabalho dos times, pois favorecem a padronização dos processos e reduzem consideravelmente o nível de retrabalho. O formato mais comum de conexão acontece via WebService, solução que faz comunicação entre aplicações diferentes de forma instantânea.

 

Entre as integrações externas do sistema da Wareline estão:

– Portal de compras para trazer eficiência e transparência de gestão para toda a cadeia de suprimentos hospitalares;

– PACS – Picture Archivingand Communication System (Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens) acoplado ao PEP para permitir ao médico navegar pelos dados do atendimento atual e dos atendimentos anteriores do paciente durante exames de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética.

– Laboratórios para que a integração dos laudos seja traduzida em agilidade, redução dos custos e mais confiabilidade de dados — que são mantidos em um sistema seguro sem interferências como erros de digitação, por exemplo.

 

Confira aqui mais detalhes sobre as integrações do nosso sistema.

  

3) Remessa eletrônica (CNAB)

Essa é uma funcionalidade fundamental para quem atua no setor financeiro da instituição de saúde. Isso porque o sistema Conecte/W tem integração com o modelo do CNAB (Centro Nacional de Automação Bancária – é padrão estipulado pela Febraban para garantia de recebimento de pagamento em cenário de alto volume em transações financeiras).

 

No Módulo Financeiro, há a possibilidade de geração de arquivo para pagamento eletrônico que tem por objetivo facilitar a rotina do setor. Com a remessa eletrônica, os hospitais poderão contar com facilidades como baixa automática, relatório de retorno do arquivo eletrônico e controle mais seguro do pagamento — os pagamentos são controlados por remessas.

 

Isso sem contar que essa integração com instituições bancárias evita o processo de redigitação, permitindo digitar as informações apenas no Conecte/W.

 

Com o CNAB, a instituição de saúde ganha com:

 

Processos Internos

  • Menos dor de cabeça com extravio de cheques;
  • Menos perda de tempo assinando várias folhas de cheque e controlando cheques emitidos;
  • Maior agilidade nas baixas dos pagamentos e nos processos de leitura do arquivo de retorno – baixas são automáticas em todos os títulos contidos no arquivo.

 

Gestão Administrativa

  • Ganho de tempo para controle dos pagamentos;
  • Comunicação direta com as instituições bancárias contratadas, gerando mais agilidade e segurança nos pagamentos.

 

Uma instituição de saúde só tem a ganhar ao fazer uso da integração de sistemas, módulos e aplicativos. É uma gestão mais inteligente, com vantagens à qualidade do atendimento, à segurança do paciente, à produtividade e otimização das equipes.

 

Aproveite as oportunidades que o sistema Conecte/W da Wareline tem a oferecer, fale conosco!

Envie sua mensagem via WhatsApp