Santa Casa utiliza protocolo FAST-HUG adaptado no sistema da Wareline

2021-08-05T14:34:37-03:00 05/08/2021|

Para enfrentar uma doença totalmente nova, desconhecida e de proporção avassaladora como a Covid-19, os profissionais da linha de frente tiveram que lidar com muito empirismo e pouca informação. Foi um ciclo de aprendizado diário para entregar o melhor atendimento aos pacientes e ainda preservar suas próprias vidas.

 

Nesse cenário, algumas iniciativas se destacaram por permitirem excelência no atendimento, com resultados efetivos. É o caso de uma ação conduzida pela Coordenação da UTI especializada em Covid-19 da Santa Casa de Osvaldo Cruz, no interior do Estado de São Paulo.

 

Os profissionais que compõem o time adaptaram o protocolo internacional FAST-HUG dentro do sistema de gestão hospitalar da Wareline. Os resultados — que trouxeram benefícios tanto para os pacientes quanto para a instituição de saúde — foram publicados em artigo aceito no 2º Congresso Brasileiro Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (Cobicet).

 

O que é o protocolo FAST-HUG?

 

O FAST-HUG é um mnemônico inicialmente proposto por Jean L Vincent a fim de organizar o atendimento ao paciente crítico em ambiente de UTI. Publicado na Crítica CARE Medicine em 2005, foi bastante difundido por intensivistas.

 

Ele engloba sete aspectos importantes para o adequado cuidado do paciente crítico: alimentação, analgesia, sedação, profilaxia de trombose, elevação da cabeceira, prevenção de úlceras de estresse e controle glicêmico.

Estudos indicam que, quando os itens são revisados de maneira metódica e diária, de maneira ampla e multidisciplinar, o risco de mortalidade em pacientes internados em UTI diminui, há aumento de segurança e redução de falhas durante os cuidados intensivos da equipe.

 

A iniciativa na Santa Casa de Osvaldo Cruz

 

O médico intensivista Cristiano Hayoshi Choji, que faz parte da Coordenação da UTI especializada em Covid-19, conta que  o sistema da Wareline foi utilizado para possibilitar aos médicos acompanhar a evolução diária dos pacientes internados na UTI especializada em Covid-19 da Santa Casa de Osvaldo Cruz. “Adaptamos essa visão de atendimento, incluindo itens da metodologia FAST-HUG, em busca da excelência para a UTI Covid”, explica o médico, que também é professor do curso de Medicina da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) e de Socorros e Urgência da Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra (ACADEPOL/SP).

 

A iniciativa foi possível graças à possibilidade de personalizar as telas de atendimento do sistema de gestão hospitalar da Wareline – assim, dentro do próprio sistema os médicos da Santa Casa puderam acompanhar a evolução clínica dos pacientes.

 

Sistema da Wareline tem papel fundamental

 

Para que essa solução fosse factível, foram promovidas  discussões técnicas com os profissionais de saúde envolvidos no atendimento na Santa Casa, o que permitiu definir os parâmetros a serem considerados no protocolo dentro do sistema de gestão. Isso possibilitou que solução da Wareline fosse capaz de atender as necessidades específicas da rotina do atendimento da unidade especializada de forma prática e simplificada.

 

Na tela utilizada para inserção de informações referentes à Covid-19, a estrutura adaptada do FAST-HUG tem início com dias de sintomas e dias de internação em UTI. Foram acrescidos outros itens aos do protocolo internacional em um formato de anamnese semiestruturada, com descrição livre pelo operador: antimicrobianos, corticoides, Sonda Vesical de Demora (SVD), Cateter Venoso Central (CVC) e Sonda Naso Entérica ou Sonda Naso Gástrica (SNE/SNG).

Há ainda um campo para apontamento de teste Covid-19 — bem como tipo, data de realização e positivação — e dois campos de descrição livre para observações de exames solicitados e evolução clínica. Assim, o profissional tem autonomia para realizar sua avaliação e apontamentos na plataforma digital.

 

O protocolo desenvolvido leva a uma visualização diária da UTI, e teve boa aplicabilidade e feedback positivo de todos os envolvidos no processo.

 

Os resultados do FAST-HUG adaptado para a UTI especializada em Covid-19

 

Com a metodologia FAST-HUG adaptada no sistema da Wareline, a avaliação médica dos pacientes atendidos na UTI especializada em Covid-19 passou a ser mais robusta e metódica. E isso representou diversos benefícios à Santa Casa de Osvaldo Cruz e a todos os profissionais envolvidos.

 

Permitiu mitigar a carência de especialistas em atendimento em Medicina Intensiva, tornou disponível o acesso a leitos de UTI a mais pacientes e permitiu maior interação com outros setores que também atuam no tratamento a pacientes críticos.

 

Isso porque sistematiza de maneira produtiva os mais importantes aspectos na abordagem de pacientes críticos, organiza e direciona o atendimento de médicos de outras especialidades que também participam do enfrentamento da pandemia.

 

O trabalho desenvolvido pela Coordenação da UTI foi submetido à avaliação científica, aprovado e agora irá compor o 2º Congresso Brasileiro Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (Cobicet), a ser realizado de 30 de agosto a 3 de setembro de 2021.

 

Para a Wareline, é uma honra saber que nosso sistema teve papel fundamental em levar excelência no atendimento a pacientes críticos de Covid-19. É um reconhecimento de que estamos no caminho certo em nosso propósito de melhorar a saúde do País.

Envie sua mensagem via WhatsApp