SUS terá vacina contra dengue em 2015

é só chegar o verão, período quente e com chuvas, que a preocupação com a dengue aumenta e estimula uma série de medidas de fiscalização e combate ao mosquito transmissor na maioria dos municípios brasileiros. Em 2015, uma vacina será mais um dos recursos para reduzir o número de casos no país. Após passar por todos os estudos e testes, o medicamento mostrou uma diminuição de 95,5% das formas graves da dengue. Na fase de testes no Brasil e na América Latina, o tipo hemorrágico da doença também foi menor. Para se ter uma ideia da letalidade da doença, ela causou a morte de 377 pessoas até a primeira semana de outubro no país. 

Esta, que é a primeira vacina contra a dengue desenvolvida no mundo, foi criada pelo Laboratório Sanofi Pasteur. Além de fazer com que 95,5 de cada 100 pessoas que contraiam a doença não apresentem sua forma mais grave, a cada 100 pessoas imunizadas, 60,8 não contraem a doença.
A vacina deve estar disponível no SUS (Sistema único de Saúde) até o final de 2015, após o laboratório entrar com pedido de avaliação do produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 
De acordo com a gerente médica da Divisão de Vacinas do laboratório, Sheila Homsani, a vacina representa um grande avanço no combate à doença e destaca que as internações em razão dela serão muito reduzidas após a imunização da população, que deve acontecer em três doses com intervalo de seis meses. Ainda de acordo com a profissional, os níveis de segurança da vacina, demonstrados nos testes, são comparáveis aos de placebos. 
2014-11-04T00:00:00-02:00