SP sedia central de monitoramento de leitos de UTI do SUS

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira, 7, a primeira central online de vagas de urgência e emergência pelo SUS (Sistema único de Saúde) do País. A central será responsável por monitorar leitos e agilizar a transferências de pacientes que precisem de cirurgias de emergência tanto na Grande São Paulo quanto no interior e litoral do Estado.
O lugar escolhido para sediar o projeto é o primeiro andar do edifício Andraus, no centro da capital paulista. A Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) vai gerenciar o serviço.
A nova central tem 200 profissionais, sendo 100 deles médicos. As solicitações de serviços poderão ser feitas tanto por telefone quanto pela internet. A prioridade dos atendimentos seguirá um padrão baseado no grau de risco. O grau 1 é prioridade, com atendimento em até uma hora. As solicitações de grau 4 são os de menor risco e serão atendidos em até 12 horas. O transporte do paciente para o local onde foi localizado uma vaga ficará sob a responsabilidade do serviço de saúde de origem.
“Trata-se de um importante instrumento para garantir a rápida disponibilização de leitos de UTI e outras vagas de emergência no Estado, expandindo possibilidades e integrando os serviços de saúde com o objetivo de salvar vidas”, afirmou Giovanni Guido Cerri, secretário de Estado da Saúde em comunicado. 
Fonte: Estadao.com
2011-07-08T00:00:00-03:00