Rio 2016 oferece cinco mil vagas para profissionais de saúde

Um grupo de voluntários será responsável pelo bem-estar de atletas, espectadores e funcionários durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Das 70 mil vagas do Programa de Voluntários, cerca de 5 mil serão destinadas à área de serviço de saúde, que oferecerá oportunidades para médicos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros e técnicos de diversas especialidades. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até 15 de novembro.
“O relacionamento entre médico e atleta é muito especial, pois é uma relação de confiança e respeito mútuo. Se você tem orgulho da sua profissão e gostaria de testar os seus limites, o programa de voluntários é uma grande oportunidade”, afirma Emma Painter, gerente da área de Serviços Médicos do Comitê Rio 2016. 
Além de atuar no atendimento a atletas e delegações de mais de 200 países na Policlínica da Vila Olímpica e Paralímpica, os voluntários da área de serviços médicos também vão marcar presença em postos médicos dentro e fora das instalações de competição, prestando atendimento a espectadores, força de trabalho e todos os demais envolvidos no evento. 
Para esse grupo, serão aceitos apenas profissionais formados, mas não necessariamente com grande experiência no mercado de trabalho – uma oportunidade única para enriquecer o currículo e ampliar a rede de contatos. Os selecionados receberão um certificado de participação e treinamento exclusivo para desempenhar a sua função. 
“Além de formar uma valiosa rede de relacionamentos com profissionais de todo o mundo, as lições práticas que são aprendidas ao acompanhar de perto uma empreitada tão complexa representam uma oportunidade única de crescimento pessoal e profissional”, diz Adriano Valadão, oficial do Corpo de Bombeiros responsável pelo recrutamento da área de Serviços Médicos do Comitê Rio 2016. 
O médico ortopedista Alexandre de Paiva Luciano destaca a importância da experiência como voluntário no Pan-americano Guadalajara 2011 para a sua carreira profissional: “Considero a experiência que vivi um divisor de águas na minha vida pessoal e profissional. A partir de Guadalajara, coloquei uma meta em minha vida: participar de maneira mais ativa nos Jogos Olímpicos do Rio 2016”, conta o médico, que se especializou em medicina esportiva. 
Para se candidatar, basta ter 18 anos a partir de fevereiro de 2016 e disponibilidade para atuar no período dos Jogos – de 5 a 21 de agosto de 2016 (Jogos Olímpicos) e de 7 a 18 de setembro de 2016 (Jogos Paralímpicos). Além disso, para fazer parte da equipe de Serviços Médicos, é preciso ter graduação completa nas seguintes áreas: 
– Enfermeiros e técnicos de enfermagem;
– Socorristas profissionais (ou ainda acadêmicos da área de saúde que tenham interesse em atuar com primeiros socorros);
– Fisioterapeutas (especialistas em esporte, quiropraxia, osteopatia ou recém-formados);
– Massoterapeutas;
– Farmacêuticos;
– Dentistas (cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial, dentística, endodontia, radiologia odontológica e imaginologia, periodontia e prótese);
– Técnicos de saúde bucal e higiene dental;
– Auxiliares de prótese dentária;
– Técnicos de radiologia;
– Técnicos em imobilização ortopédica;
– Optometristas e técnicos em optometria;
– Médicos (recém-formados sem especialização ou especialistas em medicina esportiva, emergência, ortopedia e traumatologia, cardiologia, oftalmologia, radiologia e acupuntura). 
Clique aqui para acessar o site da inscrição.
Fonte: Portal Brasil
2014-10-22T00:00:00-02:00