Prontuário eletrônico modernizará atendimento no Hospital Irmã Dulce

O sistema denominado Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é um dos projetos que tomam impulso na gestão do superintendente do Complexo de Saúde Irmã Dulce, Manoel Nunes Cardoso Neto. Trata-se de um conjunto de informações relativas ao paciente, armazenadas em formato digital, que modernizará o atendimento no hospital e Pronto-socorro Central, tornando-o mais ágil e dinâmico. 
Segundo a diretora administrativa, Márcia Diogo, o projeto foi dividido em etapas porque exige adequações de infraestrutura, inserção de formulários específicos, integrações, equipamentos e treinamentos, entre outras providências. Quando a parte tecnológica e estrutural do sistema estiver concluída, os colaboradores e profissionais serão capacitados para operá-lo por meio de multiplicadores.
A expectativa é que seja implantado este ano. “é um trabalho bastante amplo, que envolve todas as diretorias e até serviços terceirizados dentro do hospital, pois funcionará em todas as alas”, esclarece. 
VANTAGENS
O PEP consiste em um registro eletrônico que se constitui em informações clínicas e administrativas para tomadas de decisões e meio de comunicação compartilhado entre os profissionais de saúde e registro legal das ações médicas. 
Permitirá acesso remoto e simultâneo às informações, melhor clareza (pelo formato digitalizado) e armazenamento digital, com segurança e confidencialidade aos dados dos pacientes, como estabelece o projeto. Além de tornar o atendimento mais rápido, o PEP permitirá pronto acesso a setores como farmácia e nutrição, possibilitando redução de custos. Entre outras vantagens, oferecerá ainda suporte à pesquisa e à avaliação de qualidade, como um banco de dados.
Além do PEP, o hospital conta com outros 20 módulos do sistema de gestão hospitalar da Wareline, uma parceria de 5 anos.
Fonte: Informativo – Irmã Dulce em notícias
2014-07-17T00:00:00-03:00