Por que sua equipe precisa estar treinada?

2016-03-17T00:00:00-03:00 17/03/2016|

A tecnologia oferece diversas possibilidades e facilidades para o dia-a-dia, especialmente em uma instituição de saúde. Cada vez mais integrada, ela facilita a coleta de dados, tornando o tratamento e a gestão do local mais eficiente, como é o caso dos diversos módulos que a Wareline oferece, que sanam as necessidades das organizações.

Entretanto, somente a tecnologia sozinha não faz milagres. é preciso compreendê-la e saber utilizá-la corretamente para aproveitar todas as funcionalidades e, para isso, é preciso ter uma equipe capacitada. é por isso que disponibilizamos a ferramenta WareCoach, que oferece treinamentos online e presenciais sobre nossos módulos, incluindo suas atualizações.

O WareCoach existe há 3 anos e já treinou mais de 400 participantes. E o feedback é excelente: 95% consideram os treinamentos eficazes e 97% os recomendariam.

“Nossa equipe realiza uma média de 15 mil atendimentos por mês, incluindo internações, SADTs e atendimentos ambulatoriais. Já tivemos funcionários nos treinamentos TISS 3.0, Módulo Convênios/Particulares, Módulo Glosas e Repasses, Gerador de Relatórios e DIRF/DMED, estes dois últimos online. Eu participei de três treinamentos e minha percepção foi muito boa, pois eles ajudaram a esclarecer dúvidas, além de serem uma oportunidade de interagir com pessoas que desempenham as mesmas funções em outros hospitais. Para a instituição é importante também porque possibilita que os colaboradores conheçam e utilizem todos os recursos que o sistema oferece” conta Marilda Moreira Passoni, que trabalha no Setor de Faturamento da Santa Casa São João da Boa Vista.

O empenho também é refletido nas entidades. “Existe uma melhora significativa nas instituições. Os hospitais conseguem ver a integração do sistema em diversos processos, evitando o re-trabalho de muitos setores envolvidos” explica Fábio Usier, diretor de Operações da Wareline.

Ter uma equipe treinada traz diversos benefícios, como:

        Melhoria do atendimento e serviço prestado;

        Otimização do trabalho e de processos;

        Adaptação de pessoas às funcionalidades do sistema e uso do software em sua total capacidade;

        A atuação do profissional será mais satisfatória e ele estará mais apto para exercer sua função com eficácia e segurança;

O curso também mostra que o conhecimento de um módulo não serve somente para as pessoas daquele setor, mas para toda a instituição, já que as informações são interligadas e o trabalho de todos está conectado. “Logo após o treinamento já há mais conhecimento do processo pelo cliente, que tem consciência de como as informações que ele insere no sistema afetam e influenciam o trabalho de outro profissional em outro setor. Por isso é preciso atenção na importância da exatidão nas informações colocadas no sistema, algo que vem com o treinamento”, diz Fábio Usier.