População idosa aumenta tempo de permanência em hospitais

2015-07-21T00:00:00-03:00 21/07/2015|
A taxa de ocupação dos leitos em hospitais particulares atingiu, em 2014, uma média de 79% – muito próxima à verificada em 2013, que girou em torno de 78,9% – de acordo o Observatório Anahp, anuário publicado pela Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp). Esse discreto crescimento é justificado pelo aumento das doenças crônicas e envelhecimento progressivo da população nos últimos anos – que se reflete não só na taxa de ocupação, mas na de permanência hospitalar.
A pesquisa, realizada pela Anahp, através do SINHA – Sistema Integrado de Indicadores Hospitalares Anahp identificou que, em 2014, o tempo médio de permanência dos pacientes nos hospitais Anahp aumentou para 4,6 dias. Em 2013 este dado foi de 4,4 dias. Além disso, vale apontar que os pacientes residentes, aqueles que apresentam tempo de internação superior a 90 dias, chegou cerca de 6 mil em 2014 – principalmente na faixa etária entre 60 e 89 anos.
Os hospitais associados da Anahp oferecem 17.409 leitos, o que representa 13,8% do total de leitos privados da medicina suplementar, e 3.578 leitos de UTI. Em 2014, o total de internações chegou a 879,1 mil.
Fonte: Portal Hospitais Brasil