Módulo SAME garante segurança de informações do paciente

2013-12-16T00:00:00-02:00 16/12/2013|

As instituições de saúde lidam diariamente com informações confidenciais dos pacientes. O prontuário, seja ele eletrônico ou impresso, é um documento confidencial que cabe ser visto apenas pelo médico e pelo paciente, quando necessário. Por este motivo, é necessário controlar o acesso a eles, garantindo a segurança das informações que nele contém. Além disso, a guarda dessas informações pelas instituições de saúde é necessária para garantir o cumprimento de determinadas leis.

Em seu 
sistema de gestão hospitalar, a Wareline possui o módulo chamado SAME, que significa Serviço de Análise, Métricas e Estatísticas. Com ele, é possível fazer todo o acompanhamento do prontuário do paciente, pois ele permite o registro de empréstimos e devoluções desses documentos do setor de arquivo. Essa ferramenta também possibilita a geração de relatórios estatísticos e indicadores do hospital, como número de atendimentos, de altas, de paciente-dia por centro de custo, de óbitos, mapa de ocupação, percentual de ocupação e média de permanência, além de resumos diários.

Além disso, o módulo possui ainda outra função: a de controlar as campanhas de vacinação. Deste modo é muito mais fácil controlar as doses que o paciente deve receber e com qual frequência.

Veja abaixo mais alguns pontos de destaque do módulo SAME:

– Controle estatístico dos movimentos de atendimento hospitalar;

– Geração de pedidos de empréstimos de prontuário por lote;

– Baixa de pedidos por lotes através de leitor de código de barras.