Ferramenta GED permite gestão de documentos eletrônicos

2015-04-14T00:00:00-03:00 14/04/2015|
Para auxiliar nesse processo, o sistema de gestão hospitalar da Wareline incorpora a ferramenta GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos). A tecnologia permite o gerenciamento e indexação de documentos ao PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente). Isso quer dizer que laudos, exames de imagem, entre outros itens poderão ser escaneados e agregados ao prontuário, facilitando e agilizando a localização das informações.
Todos os arquivos digitalizados podem ser indexados automaticamente ou manualmente e ficam gravados em um banco de dados, por isso podem ser apagados depois de sua inclusão no GED. Além de possuir uma integração nativa com o sistema da Wareline, a ferramenta pode ser integrada a qualquer banco, como Oracle, SQL Server, MySql, entre outros. 
Entre os benefícios proporcionados pelo GED pode-se destacar a rapidez na consulta de prontuários e a organização do SAME (Serviço de Análise, Métricas e Estatísticas). Além disso, com o seu uso o hospital pode armazenar os documentos físicos em lugares mais distantes, reduzindo a necessidade de ampliação dos arquivos.
O reconhecimento da importância de se manter arquivos em formato digital para agilizar processos e reduzir custos vem resultando em iniciativas do governo em estimular esse processo nas instituições de saúde do país. Em São Paulo, o Projeto de Lei Nº 1310/14, de autoria da deputada estadual Sarah Munhoz (PCdoB) trata dessa questão. O PL prevê que hospitais públicos e privados do estado substituam os prontuários em papel por eletrônicos. A proposta ainda está em tramitação.
Notícia publicada originalmente na revista Wareline Conecta – Edição 08 – Dezembro/2014