Empresas do setor de saúde crescem em 2011 e devem gerar cerca de 3 mil novos empregos

Estudo realizado pela Abimed, entidade que representa as empresas de tecnologia médica, revela que o mercado de equipamentos e produtos médico-hospitalares cresceu 19% nos primeiros quatro meses de 2011, em relação ao mesmo período de 2010. A expectativa de crescimento do mercado para este ano, segundo o diretor da Abimed, Reynaldo Goto, é de 10%. “O setor está em crescimento por conta da grande demanda ainda não atendida e do aumento do número de vidas cobertas por planos de saúde”.
Em 2010, o setor cresceu 23% em 2010, em relação a 2009, representado US$ 13,55 bilhões. Entre os segmentos que mais crescem no mercado estão os de instrumento e aparelhos cirúrgicos, aparelhos e próteses ortopédicas, equipamentos de Raio-X e radiação e instrumentos para análises químicas e físicas.
Mais emprego na saúde- As empresas de equipamentos e produtos médico-hospitalares também empregam cada vez mais. O setor foi responsável pela criação de cerca de 4 mil novos empregos entre 2009 e 2010. “A tendência é de que em 2011 as empresas de produtos e equipamentos médicos gerem 3 mil novos postos de trabalho”, afirma Reynaldo Goto.
O segmento do mercado que mais empregou entre janeiro e abril de 2011 foi o comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos na área médica e de odontologia, com um crescimento de 13,3% nos postos de trabalho, em relação ao mesmo período de 2010.
Fonte: Portal Fator Brasil
2011-05-31T00:00:00-03:00