Descomplicando a gestão hospitalar

2016-10-20T00:00:00-02:00 20/10/2016|

Quem trabalha na área de saúde sabe
como é complexa a estrutura de uma organização hospitalar, onde a cada dia
crescem as obrigações e responsabilidades. A incorporação constante de novas
tecnologias e serviços, os vários profissionais envolvidos nos processos de
trabalho, a segurança do paciente, exigem um dinamismo gerencial para nos
manter crescendo apesar das crises e concorrência do setor.

Delegar funções torna-se vital para o
processo de gestão e crescimento da organização. O modelo descentralizado
estimula o trabalho em equipe, descobre e potencializa talentos e mantém os
colaboradores participativos dentro da empresa. Nesse momento, é indispensável
utilizar os indicadores como ferramenta de gestão. São eles que refletem o
comportamento e o desempenho do hospital. Só há desenvolvimento para quem
estabelece metas e, assim, a equipe se motiva, pois se sente parte integrante
do processo de mudança, participa das discussões, da análise e da implantação
das novas condutas.

é evidente que a descentralização
exige uma mudança de cultura e, como tal, implica em dedicação, persistência e
capacitação. Neste processo, verificamos que quase sempre os softwares que
adotamos em nosso hospital são subutilizados. A atenção dos usuários é voltada
para o fluxo operacional, não para resultados! Há um mundo pouco explorado dos
relatórios gerenciais, com uma vasta informação do que éramos, do que somos, e
que nos ajudará a traçar as metas e acompanhar o percurso para aquilo que
queremos ser!

Alcançar a viabilidade focada na
qualidade da assistência e na sustentabilidade é planejar. Planejamento exige o
acompanhamento da evolução dos indicadores e a determinação de metas realistas
e audaciosas. No mundo real não há espaço para “achismos” e, nesse cenário,
além de competência técnica, fomento da participação e da co-gestão, é
imprescindível uma ferramenta segura e ágil para sinalizar e conduzir o desafio
da gestão hospitalar.

Este artigo foi escrito por Silmara Ferraz Sant’Ana, Administradora da
Santa casa de Itapira, cliente Wareline