Cresce demanda por acreditação no norte e nordeste, segundo ONA

Os estados da região sul e sudeste concentram o maior número de instituições acreditadas, ou seja, certificadas por sua qualidade assistencial. No entanto, um levantamento conduzido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) demonstra que é possível encontrar serviços com ótima estrutura em algumas cidades das regiões norte e nordeste. Recife e Fortaleza são, por exemplo, consideradas pólos de atendimento à saúde.
Apesar disso, são poucas organizações que conquistaram a certificação concedida pela ONA, se comparados aos números das regiões Sul e Sudeste. Entre as dificuldades, ele aponta a distância geográfica em relação ao centro do País e a falta de Instituições Acreditadoras Credenciadas (IACs) regionais, embora todas as Instituições possuam atuação nacional.
Segundo Jaqueline Gonçalves, da ONA, algumas organizações de saúde da região Norte e Nordeste demonstram preocupação em oferecer serviços de qualidade, em atender aos padrões do Sistema Brasileiro de Acreditação (SBA). “Desde 2007, quando a ONA iniciou o processo de acompanhamento dos diagnósticos organizacionais (DOs) – que embora seja uma etapa facultativa e não faça parte do processo de certificação, permitem verificar os sistemas de assistência, gestão e qualidade das organizações de saúde antes da avaliação de certificação – foram realizados 47 diagnósticos em organizações de saúde nos estados das duas regiões”.
Veja a distribuição na tabela a seguir:
Estado Diagnósticos
AP 01
BA 18
CE 05
MA 01
PA 10
PB 02
PE 05
RN 03
AM 01
SE 01
TOTAL 47
Fonte: Saúde Web
2011-12-12T00:00:00-02:00