Com setor de TI em Saúde em ascensão, Wareline estima crescimento de 2

    Mesmo após a crise econômica desencadeada no último ano, que levou empresas de muitos setores a frear seus investimentos e a produção, o segmento de tecnologia da informação para saúde está em um bom momento. Segundo levantamento da Scientia Advisors, o setor é um dos que mais rapidamente cresce dentro do mercado global de saúde, avaliado em US$ 1 trilhão. O documento da empresa mostra que o mercado para TI em saúde vem crescendo a taxas de 11% ao ano e esse ritmo deve continuar pelo menos até 2013. Ainda de acordo com a Scientia, o setor de TI para saúde crescerá de 4% do total de produtos para o setor em geral para 5%, um aumento de 25% no market share.  

    O balanço do crescimento da Wareline no ano passado e os números deste primeiro trimestre de 2010 reforçam o resultado dessa pesquisa. Nos primeiros três meses deste ano, a empresa especializada em software de gestão no setor já obteve um crescimento 44% acima do esperado para o período, o que torna cada vez mais factível o objetivo de crescimento de 25% em relação a 2009. De acordo com o diretor Comercial da empresa, Paulo Porto, esses excelentes resultados são reflexos dos constantes investimentos na capacitação e atualização tanto de seus profissionais quanto das soluções oferecidas pela empresa. “Em 2009, os números foram muito animadores, principalmente porque conquistamos 43 novos clientes e abrimos as portas de 3 novos Estados (Paraíba, Espírito Santo e Distrito Federal), garantindo assim um crescimento de 20% em relação ao ano anterior”, afirmou Paulo. Segundo o diretor, é importante destacar que este crescimento será sustentado pelo aumento proporcional no número de colaboradores diretos e contratações previstas para diversas áreas da empresa, além do plano de abertura de mais duas novas filiais da Wareline no Norte e Nordeste do país.

    Outros fatores foram determinantes para que o ano fosse tão próspero: a taxa de conversão de clientes extremamente alta, já que uma em cada quatro instituições de saúde prospectadas tornou-se cliente Wareline, e a baixa rotatividade de clientes, que se deve à alta aderência do sistema às necessidades dos Hospitais.

    A Wareline também tornou sua metodologia de implantação mais ágil, reduzindo em 23% o tempo médio na implantação do seu sistema em clientes. Além disso, está investindo em iniciativas Web para melhor atender as instituições de saúde. Em 2009, após 900horas de desenvolvimento, foram lançados 3 novos módulos que trabalham 100% online (Agendamento, Atendimento e Compras).

    Neste ano, uma atenção especial será dada o desenvolvimento de ferramentas específicas para os AMEs (Ambulatório Médico de Especialidades), já que atualmente 35% desses ambulatórios do Estado de São Paulo já utilizam o sistema de informação da Wareline.

2010-03-22T00:00:00-03:00