Carta de apoio às santas casas e hospitais filantrópicos

Profissionais de diversas instituições de saúde vão trocar as tradicionais vestes brancas por roupas pretas na próxima quinta, 25 de setembro. Neste, que será o “Dia Nacional de Luto pela Crise das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos”, as entidades irão paralisar os atendimentos eletivos em todo o país.  O objetivo é sensibilizar a população e chamar a atenção das autoridades para a situação das entidades filantrópicas de saúde no país. 

Wareline apoia a causa levantada por esse segmento e, junto dele, espera uma solução do poder público para resolver os problemas estruturais causados pelos anos de subfinaciamento. Mais de 60% de nossos clientes são do setor filantrópico e, por isso, acompanhamos de perto as principais dificuldades enfrentadas pelas entidades em diversas regiões do país. 
Desde o ano passado, quando o movimento em prol das instituições começou, mostramos como o repasse insuficiente do governo afeta o atendimento ao paciente e impossibilita totalmente o investimento em infraestrutura e oferecimento de novos serviços. Na edição de maio de 2013 da revista Wareline Conecta, enviada aos nossos clientes, mostramos os números relativos à dívida do setor filantrópico que, na época, era de cerca de R$ 17 bilhões. Para elaborar a matéria de capa conversamos com gestores hospitalares e com o presidente da Fehosp (Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo), Edson Rogatti, que defendeu uma série de medidas para resolver os problemas do setor. 
Entre as sugestões está o reajuste de 100% sobre os 100 procedimentos de baixa e média complexidade da tabela SUS (Sistema único de Saúde) com maior incidência. A proposta originou um documento chamado “Carta de Votuporanga”, que foi assinado por mais de 200 instituições e entregue ao Ministério da Saúde em 2012. Outra proposta, que pede a destinação de 10% do PIB (Produto Interno Bruto) para a saúde, ganha ainda mais força neste período eleitoral. 
De fato, este é o momento para cobrar dos candidatos a cargos públicos uma posição e uma solução em relação ao cenário atual em que se encontra a saúde brasileira, em especial as instituições filantrópicas. De grande importância para o Brasil, elas são responsáveis por mais da metade dos atendimentos do SUS e, por isso, muito necessárias para a estrutura de todo o sistema.
Ciente das limitações financeiras do setor filantrópico, nossos produtos foram desenvolvidos com bases de softwares open source, ou seja, que não necessitam de licença e por isso são muito mais econômicos. Assim, nosso objetivo é fazer com que a tecnologia destinada à gestão hospitalar seja algo acessível a todas as instituições e que essas ferramentas colaborem para redução de custos operacionais.
Esperamos que o “Dia Nacional de Luto pela Crise das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos” seja um marco para uma mudança no panorama de saúde no Brasil. 
Wareline do Brasil
2014-09-23T00:00:00-03:00