Área de gerenciamento será prioritária para Seguridade, diz Saraiva Felipe

O novo presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Saraiva Felipe (PMDB-MG), disse que sua prioridade  será mudar a dinâmica do trabalho do colegiado e dar mais enfoque a temas do momento. “Se há um problema severo, como o alastramento da dengue ou a precariedade de algum serviço, a comissão deve estar presente”, afirmou.
O parlamentar disse que buscará convencer os membros da comissão a não perder tempo com a discussão de projetos antigos, que vão e voltam à pauta.
Saraiva Felipe foi eleito por unanimidade. Votaram 29 titulares e 4 suplentes. O 1º e 2º vice-presidentes são, respectivamente, os deputados Padre João (PT-MG) e Dr. Paulo César (PR-RJ). O 3º vice-presidente ainda não foi definido.
Os principais temas a serem analisados, na opinião de Saraiva Felipe, na área de saúde são o gerenciamento e o financiamento. Para ele, os atuais recursos são insuficientes para o Sistema único de Saúde (SUS) funcionar. O deputado também defendeu uma maior articulação entre o SUS e os sistemas complementares de saúde.
Na área de assistência social, o deputado se mostrou preocupado que os cortes do governo atinjam projetos de inclusão social. Ele disse que a comissão também deve buscar a defesa da previdência pública e discutir a sustentabilidade do sistema previdenciário a curto, médio e longo prazos.
O parlamentar disse que a comissão não pode deixar de analisar temas polêmicos como o aborto e a união civil de homossexuais. “Precisamos discutir a organização da família dentro de uma perspectiva moderna, de mudança”, afirmou.
Perfil
O médico Saraiva Felipe está no quinto mandato como deputado federal. Foi ministro da Saúde do governo Lula entre junho de 2005 e março de 2006. Também foi secretário de Saúde do governo de Minas Gerais e secretário municipal de Saúde e Ação Social de Montes Claros (MG).
Na Câmara, integrou as comissões de Seguridade Social e Família; e Educação e Cultura, entre outras. Participou das comissões especiais que discutiram propostas relacionadas à saúde, como a mudança nos planos de saúde (PL 4425/94) e o financiamento da saúde (PEC 169/93).
Fonte: Site Câmara dos Deputados
2011-03-02T00:00:00+00:00