Apenas 20,7% das multas contra planos em 2013 foram pagas

Grande parte das instituições de saúde tem dívidas e por isso utilizam diversos recursos, entre eles os sistemas de gestão hospitalar. As operadoras de plano de saúde também estão com dívidas, muitas delas oriundas de multas que vieram de reclamações de clientes e somam R$ 243 milhões. Confira a notícia:
Somadas, as multas aplicadas às operadoras de planos de saúde e odontológicos brasileiras chegaram a R$ 243,3 milhões entre janeiro e agosto deste ano, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). No entanto, o percentual de multas pagas ficou em apenas 20,7% no mesmo período. Os valores foram revelados pelo portal G1.

Desde que a agência alterou as regras para portabilidade dos planos de saúde, em 2009, os pagamentos somaram apenas 15,2% do total. Segundo a ANS, foram aplicadas este ano 2.035 multas, considerando os dados até o dia 28 de agosto. A falta de cobertura é o motivo das sanções em 53,35% dos casos.

O setor se defende por meio da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), que alega que o número de reclamações que geraram multas é irrisório diante do número de segurados, correspondendo a 0,003%. Entre dezembro de 2009 e junho de 2013 o número de usuários de planos de saúde e odontológicos cresceu 22,48%.

Fonte: Saúde Web

2013-10-30T00:00:00-02:00