Alexandre Padilha é novo Ministro da Saúde

Ele esteve à frente da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República desde setembro do ano passado. Com 39 anos, é o mais jovem ministro do atual governo. Antes de virar ministro, ocupava a Subchefia de Assuntos Federativos da pasta.
Padilha é filiado ao PT e fez parte da executiva do partido em São Paulo e do membro do diretório estadual do início dos anos 1990 até 1995. Coordenou as campanhas presidenciais do PT
em 1989 e 1994.
Foi diretor Nacional de Saúde Indígena da Fundação Nacional do índio (Funasa), órgão ligado ao Ministério da Saúde. Antes, entre 2001 e 2003, ele coordenou projetos do Ministério da Saúde ligados ao combate da malária em povos indígenas do Pará e de cooperação entre Brasil e Suriname para o controle da doença.
Em agosto de 2005, foi para a Secretaria de Relações Institucionais, para comandar o Gabinete da Subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República. No cargo, fez parte de grupos com forte atuação em municípios e regiões metropolitanas, como a Sala de Situação do PAC e Territórios da Cidadania e dos comitês interministeriais de Desenvolvimento Regional e de Apoio à Gestão Municipal.
Nessas funções, Padilha ganhou experiência em lidar com as demandas de prefeitos e governadores, o que o ajudou no seu papel de intermediar as relações do Executivo com o Congresso Nacional e de articular a bancada do governo nas votações na Câmara e no Senado.
O ministro é formado em medicina pela Universidade de Campinas (Unicamp) e pós-graduado pelo Departamento de Doenças Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
Fonte: G1
2010-12-22T00:00:00+00:00