Alckmin libera R$ 37,6 milhões para hospitais da Baixada Santista

2014-01-27T00:00:00-02:00 27/01/2014|
Construir novas alas, comprar equipamentos e investir em tecnologia, como os softwares de gestão hospitalar, são alguns dos motivos para a liberação de verbas pelo governo. No entanto, desta vez, o Governo Paulista enviou R$ 37,6 milhões para instituições da Baixada Santista utilizarem a verba apenas em sua manutenção. Veja mais detalhes abaixo:

O Governo do Estado de São Paulo vai repassar à Santa Casa de Santos e ao Hospital Santo Amaro, no Guarujá, R$ 37,5 milhões extras em 2014. Os convênios foram assinados pelo governador Geraldo Alckmin neste domingo, 26, data em que se comemora 468 da cidade de Santos.

“Não é para fazer prédio ou comprar equipamento, é só para custeio da Santa Casa de Santos, que é uma referência da região”, disse o governador. A Santa Casa de Santos será beneficiada com R$ 26,1 milhões e o Hospital Santo Amaro receberá anualmente R$ 11,5 milhões.

A ajuda financeira, parte do programa de auxílio às santas casas e hospitais filantrópicos do Estado de São Paulo, corresponde a 70% a mais em relação aos recursos que os hospitais recebem do SUS (Sistema único de Saúde). Além disso, por meio do mesmo programa, a Santa Casa de Santos continuará recebendo, mensalmente, mais R$ 207 mil, e o Hospital Santo Amaro receberá R$ 108 mil mensais.

Em 2014, as santas casas e hospitais filantrópicos de todo o Estado irão receber R$ 535 milhões extras em recursos da Secretaria, o que representa o dobro em relação ao auxílio encaminhado nos últimos anos. As santas casas e hospitais filantrópicos respondem por metade dos atendimentos realizados aos pacientes do SUS em todo o Estado.

Outros anúncios
Ainda na cidade de Santos, o governador deu início às obras do Hospital de Clínicas e Maternidade e assinou o decreto que cria o Centro de Medicina de Reabilitação Lucy Montoro do município.

Fonte: Portal do Governo do Estado