Agendamento de visitas dos auditores do PNASS termina em setembro

2015-08-06T00:00:00-03:00 06/08/2015|

O agendamento de visitas dos auditores do PNASS, Programa de Avaliação Nacional de Serviços de Saúde, termina em setembro. Se o seu estabelecimento foi selecionado para participar, fique atento aos critérios que são analisados pela equipe que estará na sua instituição. Confira abaixo as principais orientações a serem seguidas e conheça a ferramenta desenvolvida pela Wareline que facilita o levantamento das informações que devem ser repassadas ao Ministério da Saúde.

Sobre o PNASS

A qualidade da assistência à saúde é uma preocupação tanto para as instituições do setor, que buscam evidências do cuidado e eficiência dos serviços de saúde que estão sendo oferecidos ao paciente, quanto pela sociedade, que está exigindo cada vez mais a qualidade dos serviços a ela prestados, principalmente por órgãos públicos.

Esta exigência levou à criação de normas e formas de avaliação e controle da qualidade assistencial, essenciais para o planejamento e melhor gestão do sistema de saúde. Como forma de estabelecer mecanismos de controle, avaliação da qualidade e resolubilidade dos serviços prestados pelo Sistema único de Saúde, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Avaliação de Serviços de Saúde, o PNASS.

Objetivo do Programa

Seu objetivo é avaliar os serviços de saúde do SUS em estabelecimentos de atenção especializada em saúde ambulatoriais e hospitalares, que recebem recursos financeiros provenientes de programas, políticas e incentivos do Ministério da Saúde.

Objetivos específicos

. Consolidar o processo de avaliações sistemáticas dos estabelecimentos de atenção especializada em saúde, ambulatoriais e hospitalares

. Conhecer o perfil da gestão dos estabelecimentos de Atenção Especializada avaliados

. Aferir a satisfação dos usuários do SUS nos estabelecimentos avaliados

. Incorporar indicadores que meçam o resultado da atenção/assistência prestada pelos estabelecimentos avaliados

. Conhecer a inserção dos estabelecimentos de Atenção Especializada avaliados como ponto de atenção da Rede de Atenção à Saúde

. Incentivar, pedagogicamente, a cultura avaliativa no processo de trabalho dos gestores de saúde

. Incentivar a cultura avaliativa em estabelecimentos de saúde do SUS

. Consolidar o PNASS como um instrumento de gestão do SUS

. Transformar o PNASS em uma ferramenta estratégica de regulação do SUS

 

Quem pode ser avaliado

Os estabelecimentos de atenção especializada em saúde a serem avaliados pelo PNASS são indicados a partir de critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Abaixo estão listadas as instituições que podem ser selecionadas para participar do programa.

. Estabelecimentos que receberam recursos financeiros do Incentivo de Adesão à Contratualização (IAC)

. Estabelecimentos habilitados/qualificados na Rede Cegonha

. Estabelecimentos habilitados/qualificados na Rede de Urgências e Emergências

. Estabelecimentos habilitados em Terapia Renal Substitutiva (TRS)

. Estabelecimentos habilitados como Centro Especializados de Reabilitação (CER)

. Estabelecimentos habilitados em Oncologia

. Estabelecimentos hospitalares de natureza jurídica pública (federais, estaduais ou municipais)

Foram excluídos os estabelecimentos considerados como Hospitais de Pequeno Porte (HPP) – aqueles com 49 leitos ou menos (leitos de especialidades mais os complementares). Os HPP foram objeto de avaliação pelo Departamento de Atenção Hospitalar e Urgências do Ministério da Saúde (DAHU/SAS/MS) por outro tipo de instrumento de avaliação. Somente serão avaliados pelo PNASS os HPP que possuam algum tipo de habilitação de acordo com os critérios citados anteriormente.

 

Formas de Avaliação

Os gestores de unidades de saúde selecionadas receberão profissionais do programa que irão aplicar instrumentos de coleta de dados do PNASS e enviá-los para o Ministério da Saúde. Entre os instrumentos avaliativos usados estão roteiros de verificação e questionários de pesquisa, estabelecidos pelo Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas (DRAC/SAS/MS), que avaliarão os estabelecimentos de atenção especializada em saúde, ambulatorial e hospitalar, nas seguintes dimensões:

I – estrutura;

II – processos de trabalho;

III – resultados relacionados ao risco; e

IV – satisfação dos usuários em relação ao atendimento recebido.


A TI: um facilitador para o compartilhamento das informações

A qualidade e, mais do que isso, a satisfação dos usuários em relação ao atendimento recebido é um dos critérios avaliados no programa que é feito mediante o contato direto com os pacientes que passaram pelo estabelecimento. Para que os auditores tenham em mãos os dados que são necessários, como nome, data de nascimento, telefone e tipo de atendimento, é preciso um levantamento junto de uma parcela de pessoas que foram atendidas.

A Wareline desenvolveu uma ferramenta que facilita o levantamento dessas informações, na medida em que auxilia o hospital na extração dos dados referente aos atendimentos do período auditado pelo Ministério da Saúde.

Paulo Eduardo Goulart, Analista de Sistemas da Wareline que foi um dos responsáveis pela criação da ferramenta, explica os principais benefícios que a instituição ganha ao utilizar a solução. “Há ganhos por conta da rapidez na extração dos dados, o usuário não vai precisar imprimir relatórios e redigitar a informação na planilha do Ministério da Saúde”, conclui.

Acesse os links abaixo e confira todas as informações sobre o programa:

pnass.datasus.gov.br

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/pnass