5 tendências da tecnologia para o setor de saúde

2015-02-25T00:00:00-03:00 25/02/2015|

O setor de Saúde está em constante mudança. E um dos seus principais impulsionadores é a tecnologia, que atua como uma aliada na evolução do segmento.

Com ela, termos como Big Data, Prontuário Eletrônico do Paciente, Prescrição Eletrônica e Certificado Digital passam a fazer parte da rotina das instituições de saúde e o resultado disso é mais qualidade nos processos produtivos e eficácia na gestão das organizações.

Acompanhando essa evolução constante do mercado, o nosso gerente Comercial, Raphael Castro, listou 5 tendências digitais na área de saúde. Confira:

Cloud

Com o crescimento da informatização da área da saúde por meio de sistemas de gestão hospitalar, o setor se beneficia do armazenamento de informações no ambiente protegido e controlado na nuvem.

Oferecendo mais segurança dos dados ali concentrados, o uso de servidores virtuais será uma realidade nas instituições, na medida que representa menor custo de estrutura datacenter e economia no monitoramento de dados, pois os serviços já incluem um profissional de DBA, mas não deixa de ser indispensável um profissional de TI para acompanhar todos os processos.

Mobile

Hoje em dia as tecnologias móveis estão cada vez mais presentes no dia a dia dos profissionais de saúde, pelo o uso de tablets e smartphones. Através dela é possível realizar algumas ações como, por exemplo, um médico checar a evolução de seus pacientes através do Prontuário Eletrônico sem uso do papel e em qualquer momento. O administrador de um hospital pode tomar decisões a partir de informações geradas pela instituição acessando remotamente indicadores.

Certificados digitais

O uso do certificado digital se faz cada vez mais necessário para a troca de informações eletrônica de maneira segura e com validade jurídica. Através da sua utilização é possível garantir maior segurança aos dados do paciente, além de estar menos suscetível a erros por má interpretação de textos. Agilidade, confiabilidade na checagem, administração de medicamentos e anotações clinicas são outros benefícios da utilização dos certificados digitais.

Big Data

Vencidas as barreiras de tecnologias confiáveis e usando soluções certificadas que garantam a segurança dos dados, as instituições, através de seus indicadores, poderão contribuir com informações sobre eficácia de tratamentos, estudos sobre novas drogas e procedimentos, gerando dados e soluções que podem ser aproveitadas por todo o setor.

Interoperabilidade

Caminhamos para a adoção de padrões em nomenclatura e estrutura de dados entre as instituições de saúde, que tornará possível estabelecer o intercâmbio dos mesmos para sistemas diferentes. O resultado será que os hospitais poderão ter a solução que mais se adéqua ao seu processo e ainda assim, ela se comunicará com as demais, sem a necessidade de adaptações ou retrabalho – HL7, Dicom e SNOMED, são exemplos atuais dessa tendência.