3 dicas para reduzir o tempo de espera do paciente

2016-03-28T00:00:00-03:00 28/03/2016|
O aumento das avaliações online dos pacientes está influenciando a gestão hospitalar a olhar mais de perto as áreas do atendimento que precisam ser melhoradas.
Pesquisas feitas nos hospitais do Maine, nos Estados Unidos, revelaram que o tempo de espera é um dos principais problemas apontados pelo paciente. Instituições como Lincoln Medical Partners  e o Southern Maine Health Care investiram em pesquisas mais apuradas que apontam os motivos para atrasos e ainda como reduzir esse tempo de espera:
1. Revisitar procedimentos para se assegurar que estão no padrão desejado e melhorar o treinamento.
Os internos da clínica de Biddeford foram capazes de melhorar a experiência do paciente pela identificação e eliminação de falhas em uma série de procedimentos que eram feitos por médicos e por membros do staff. Adotando um padrão de procedimentos, os internos tornaram bem mais fácil até mesmo de treinar e guiar o paciente em uma experiência mais consistente.
2. Organizar pela manhã as estratégias e o que será feito ao longo do dia.
Na Lincoln Medical Partners de Damariscotta, o staff, enfermeiros e médicos, se reúnem diariamente para prever e identificar os problemas em potencial para poder amenizá-las nas emergências. Os médicos afirmaram que a equipe fica muito mais preparada e todo mundo mais alinhado para reduzir atrasos.

3. Aceitar e solicitar sugestões de todos os stakeholders, incluindo pacientes, enfermeiros e médicos.
Permitindo o staff a guiar essas melhorias ajuda com que eles mesmo estejam engajados nessa evolução. Recomendações de quem vive e respira o sistema todo dia são essenciais para analisar os erros que eles mesmos vivenciam.
Fonte: Saúde Business