19 3797.0... ver

Notícias

06/05/11

Saúde transfere R$ 399,9 milhões para São Paulo

O repasse foi feito no período de 27 de abril a 4 de maio pelo Fundo Nacional de Saúde aos fundos municipais de 640 cidades
No período de 27 de abril a 4 de maio, o Estado de São Paulo recebeu R$ 399,9 milhões do Ministério da Saúde. O valor foi repassado pelos blocos da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC), no valor de R$ 398,67 milhões; Investimento, R$ 1,23 milhão; e Atenção Básica, R$ 33,4 mil. Das 645 cidades paulistas, 640 foram beneficiadas pelos repasses do Fundo Nacional de Saúde (FNS). 

O bloco da Atenção Básica foi pago às cidades de Araraquara (R$ 16.800), Bragança Paulista (R$ 12.684) e Avanhandava (R$ 4 mil) para programas como Saúde da Família, Saúde Bucal e Agentes Comunitários. Para a capital São Paulo, o repasse foi de R$ 233,7 milhões, sendo todo o volume do bloco MAC . Desse total, R$ 185,6 milhões para o Fundo Estadual de Saúde e R$ 48,1 milhões para o Fundo Municipal. 

O bloco Investimento contemplou 11 cidades. O município de Avaré recebeu R$ 212,8 mil para a aquisição de materiais e mobiliário e de equipamentos de tecnologia à rede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O mesmo valor e destinação aos municípios de Barretos e Jaú. As cidades de Franca e Sorocaba foram beneficiadas com investimentos na Rede SAMU, com R$ 274,7 mil e R$ 29,1 mil, respectivamente. 

O município de Caraguatatuba recebeu R$ 187,1 mil para estrutura de unidade de atenção especializada em Saúde. Cândido Rodrigues, Guarantã, Monte Mor, Nova Europa e Sarutaiá receberam cada R$ 20 mil, correspondente à primeira parcela dos recursos para implantação de Unidades Básicas de Saúde (UBS). Cada município irá receber R$ 200 mil, no total. 

Depois da capital, as cidades com maior volume de repasse foram Campinas (R$ 12,3 milhões) e São Bernardo do Campo (R$ 10 milhões), ambas pelo MAC. Em seguida, as cidades de Sorocaba, R$ 6,4 milhões; Guarulhos, R$ 5,5 milhões; São José dos Campos; R$ 5,3 milhões; Piracicaba; R$ 4,9 milhões; Jundiaí, R$ 4,5 milhões e São André, R$ 3,7 milhões. 

Bloco de Atenção Básica - Tem como finalidade o financiamento de ações básicas de saúde e de programas como Saúde da Família, Agentes Comunitários de Saúde, Saúde Bucal, entre outros. 

Bloco de Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC) – é destinado ao custeio de procedimentos de alta e média complexidade, como transplantes, quimioterapia, terapia renal substitutiva, entre outros. Os recursos deste bloco também financiam os hospitais de pequeno porte; centros de especialidades odontológicas; laboratórios de prótese dentária; programa SAMU 192; Programa de Incentivo de Assistência à População Indígena; e ações desenvolvidas pelo Centro de Referência do Trabalhador. 

Bloco de Investimento – Seus recursos são destinados à construção de Unidades Básica de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Salas de Estabilização (UPA/SE). O bloco também financia a aquisição de equipamento e material permanente para o Programa de Atenção Básica de Saúde, Assistência Ambulatorial e Hospitalar Especializada e da Segurança transfusional e qualidade do sangue e hemoderivados. 


Fonte: Ministério da Saúde
 Hacklink Shell indir Shell download Php Shell download Bypass shell Litespeed bypass shell https://backlinksale.wordpress.com/ https://hacklinkborsa.blogspot.com.tr/ https://shelldown.wordpress.com/ https://mectry.wordpress.com/ atasehir escort maltepe escort jigolo jigolo kartal escort kurtkoy escort pendik escort porno Kamagra Jel rokettube şarkı indir kaçak bahis jigolo olgun dul bayanlar istanbul jigolo sitesi seks hikayeleri jigolo sitesi hd porno rokettube brazzers porno sex izle sex izle