Módulo PEP da Wareline garante segurança para o ING

Em novembro, o Instituto de Neurologia de Goiânia (ING) comemorou 40 anos de existência. Referência no país, reúne alguns dos melhores profissionais da especialidade e é pioneiro em diversos tratamentos de doenças neurológicas, como cirurgia estereotáxica funcional para distúrbios dos movimentos, para distúrbios do comportamento e agressividade, cirurgia vascular cerebral e de aneurismas, as cirurgias de epilepsia. Com infraestrutura diferenciada, o local é um grande formador de profissionais altamente capacitados.

Embora o hospital tenha o perfil de atender o paciente de neurologia, também atua em outras especialidades, como cirurgia cardíaca, endocrinologia, pneumologia e cardiologia e ortopedia entre outras. Atualmente, o ING tem 85 leitos e 316 colaboradores que se dividem em cargos administrativos e assistenciais diretos e indiretos. O Instituto tem crescido bastante, em especial com a construção e ampliação da UTI, com 20 leitos, que conta com tecnologia avançada, além da ampliação da área de emergência (pronto-socorro).

Tecnologia

O ING tem como um de seus grandes diferenciais a tecnologia para a atualização do corpo clínico e utilização de equipamentos de ponta, essenciais para o atendimento humanizado e seguro que presta aos seus pacientes. Utilizando o sistema de gestão hospitalar da Wareline há 17 anos, a instituição percebe como principais benefícios do uso do sistema a agilidade de processos, principalmente prescrição médica, evolução médica, gestão de insumos, previsão de orçamento e controle de estoque. “Outras duas grandes conquistas foram mais segurança do paciente e melhor controle de infecção hospitalar”, explica Fábio Galvão, do departamento de TI do Hospital.

Segundo o profissional, um dos principais problemas enfrentados pelo ING antes de utilizar o sistema era a ilegibilidade do prontuário, questão que foi resolvida com a implantação do Módulo PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente). “Nossa rotina hospitalar mudou e posso dizer que a segurança da informação foi uma das mais importantes melhorias alcançadas com a Wareline. Agora as prescrições médicas estão sendo feitas por meio do prontuário eletrônico, o que garante agilidade no processo da prescrição e aprazamento dos medicamentos. Mas isso não foi uma conquista imediata, foi um processo gradual, que começou na Unidade de Terapia Intensiva e, posteriormente, na Unidade de Internação, Centro Cirúrgico e Emergência, englobando a todos os profissionais.”, ressalta.

Com todos os prontuários sendo preenchidos eletronicamente, agora o próximo passo é a implantação da assinatura digital. “Estamos em fase de preparação, os médicos já aderiram ao certificado digital via cartão e os demais profissionais estão em processo de cotação. Estamos com uma grande expectativa e continuaremos este processo junto da Wareline, que é uma ótima parceira”, conclui Fábio Galvão.

2017-10-09T13:38:39-03:00